In my Life

Negação define meu estado emocional essa semana, ainda não guardei nada pra me mudar no sábado por mais que a minha mãe fale. Parece birra, mas não consigo aceitar a mudança, perder meu quarto, meu canto, o lugar onde eu trabalho (minha mesinha), o meu espaço. Vamos nos mudar pro prédio da frente e vou dividir o quarto com a minha irmã e não tem espaço pra mais nada.

Nossa Juh quanto drama só por isso... mas a dor de sair daqui vai além, porque aqui não é uma casa qualquer, era a casa da minha bisavó onde eu passei a minha infância inteira, eu cresci aqui (morava no prédio da frente), era o lugar que eu mais amava ir no mundo quando era pequena, foi onde aprendi a andar de bicicleta, foi onde fiz aniversários e passei algum ano novo e alguns natais. Foi onde ganhei meus brinquedos preferidos e brinquei com os meus primos, era a casa que eu amava olhar quando passava na rua. Depois que a minha bisavó morreu não vim mais até me mudar pra cá.

Odiei vir morar no chalé no inicio, era uma casa de madeira, velha, mas a única coisa que me deixava animada era finalmente ter meu próprio quarto, (porque sempre foi um inferno dividir com a minha irmã, por mais que a ame)  mas me acostumei, eu que pintei meu quarto, reformei o armário que tinha aqui, foi eu que o decorei, montei ele todo sozinha... sofro de um mal chamado apego, mas acho que todos já entenderam que não é só por causa de um quarto o porque de tanto drama da minha parte.

Essa casa não vai existir mais depois que sairmos daqui... ela vai ser vendida, destruída para provavelmente um prédio ser construído, então são vários sentimentos acontecendo dentro de mim, não vou nunca esquecer de vir aqui pequena e o Junior (cachorro da minha bisavó) pular na varanda pra gente fazer carinho nele, ou de hoje em dia, sair no quintal enorme e deixar minhas cachorras correrem e olhar pro céu, e ter uma vista tão limpa, tão ampla dele, que nem quando acaba a luz, e o céu ficava incrível cheio de estrelas que eu nem imaginavam que dava para serem vistas daqui, ou até mesmo em outras noites, o céu estava sempre lindo. 

Não tem mais volta, cada foto representa muitos sentimentos meus, tem motivo cada lugar com uma expressão, as da escada ela está sorrindo porque passei tantos momentos bons com pessoas que foram especiais para mim só conversando nesse cantinho, espero que tenha conseguido passar isso para vocês, brigada Fê (Fernanda Tosoni) por ter vindo aqui de um dia pro outro pra me ajudar a superar esse momento através da minha arte, foi muito importante pra mim. 

FERNANDA-5 copy.jpg
motagem 1.jpg
FERNANDA-13 copy.jpg
montagem 2.jpg
montagem 3.jpg
montagem.jpg
FERNANDA-18 copy.jpg
montagem 4.jpg
montagem5.jpg
FERNANDA-35 copy.jpg
montagem 6.jpg
montagem 7.jpg
FERNANDA-46 copy.jpg
montagem 11.jpg
montagem8.jpg
montagem 10.jpg
FERNANDA-61 copy.jpg
FERNANDA-62 copy.jpg
montagem 14.jpg
montagem 120.jpg
FERNANDA-57 copy.jpg
montagem 13.JPG
FERNANDA copy.jpg
FERNANDA-51 copy.jpg